Comi a mulher do meu cunhado

Click to this video!

Vou contar algo que aconteceu a alguns dias atrás e preciso relatar para alguém, mesmo que seja para desconhecidos pois isso está me matando de tesão. Eu sou casado a mais de 10 anos e sempre visitamos meus sogros que moram e outra cidade para que minha mulher passe um tempo com os pais, já que só se vêem umas duas ou três vezes por ano, a depender das obrigações e preços de passagens.
Meus sogros tem uma boa casa, com 3 quartos muito bons e grandes, moram com eles o seu filho que é irmão da minha mulher e sua esposa, loira, branquinha e delicada. Nunca tive intimidade com ela porém oque vou relatar agora mudou tudo.
Na nossa última visita aos pais da minha esposa percebi que meu sogro iniciou algumas reformas em casa, inclusive no banheiro que é dividido por dois cômodos, um com apenas o chuveiro e outro com o vaso sanitário e a pia, a obra era para tirar a parede que dividia o banheiro em dois e torna-lo apenas um, porém ele só tinha feito uns buracos na parede, assim do chuveiro dava para ver o outro cômodo e consequentemente do vaso sanitário dava para ver o chuveiro, é aí que tudo começa…
No dia que chegamos estávamos cansados e eu só queria um banho para relaxar e dormir, minha cunhada estava no chuveiro e eu fui urinar, quando percebi que tinha um buraco com visão privilegiada, pude vê-la tomando banho… Pele branquinha, seios médios, bunda empinada, buceta rosinha e lisa, fiquei louco, comecei a tocar uma punheta vendo aquela cena, demorei no banheiro e minha esposa bateu na porta, quando eu respondi que já estava saindo a esposa do meu cunhado se assustou e notou que eu estava no outro cômodo com o pau na mão, fiquei completamente sem noção e envergonhado e ela desviou o olhar colocando as mãos sobre os seios e a buceta, escondendo-os… Logo sai do banheiro e ela tambem, não nos olhamos nos olhos depois disso. Quando entrei no outro banheiro para tomar banho percebi que ela tinha deixado sua calcinha ainda suja empendurada, não deu outra… Recomecei minha punheta cheirando aquela calcinha com rastros de buceta molhada, eu estava louco por aquela buceta rosinha e aquele cuzinho clarinho.
Quando eu estava prestes a gozar escutei um leve gemido e olhei pelo buraco da parede, era ela… Estava se masturbando vendo meu cacete duro todo ensaboado e sua calcinha na minha boca… Fiquei maravilhado, percebi que ela também estava afim e gozei na hora… Ela tbem deve ter gozado é saiu do banheiro direto pro quarto. Fui deitar e minha mente não parou de pensar onde isso poderia nos levar, criava fantasias e estava cada vez com mais vontade de comer aquele cuzinho. Fiquei o dia inteiro a espera da oportunidade de falar com ela mas não dava, o pessoal estava todo reunido matando a saudade, estavam marcando de ir ao mercado comprar carnes para fazer um churrasco, a esposa do meu cunhado falou que não poderia ir com eles pois tinha uns trabalhos da faculdade atrasados e iria ficar em casa adiantando e foi direto para o banho. Quando ela falou isso eu vi a oportunidade ideal, disse que estava com dor de cabeça e iria dormir um pouco para ver se passava. Quando todos saíram fui direto ao banheiro espiar pelo buraco da parede e vi aquela cena linda mais uma vez, ela toda ensaboada, corpo delicado e se masturbando dessa vez… Ela estava mais perto da parede e não podia me ver de tao perto, mas eu tinha uma visão privilegiada e comecei a me masturbar, tenho ctz que ela percebeu que eu estava ali é começou a gemer baixinho perto da parede, aquilo me deixou louco… Fui sendo tomado pelo desejo e perdi a cabeça e com ela o medo… coloquei meu pau no buraco da parede, nesse exato momento ela parou de gemer e de se masturbar, meu coração gelou mas eu fechei os olhos e deixei o pau para ver oque aconteceria… logo em seguida pude sentir aquela boca quente chupando todo meu cacete, foi um alívio… até agora posso sentir aquela língua se deliciando em todo o meu pau, do nada ela parou de chupar e veio com a buceta no meu pau, enfiou sem fazer charme, ficou com o rabao encostado na parede e a buceta bem aberta, comecei a socar meu pau todo por entre o buraco mesmo, foi maravilhoso, mas eu estava morrendo de vontade de chupar aquela buceta rosinha então sai do banheiro e fui até o chuveiro onde ela estava, quando ela olhou nos meus olhos ficou espantada, envergonhada, mas eu nem fiz cerimônia e fui puxando ela pra cima de mim, comecei a lamber seu grelinho, ela segurou minha cabeça e começou a me apertar, rebolando em minha língua, que a essa hora estava toda melada com os fluidos vaginais da sua buceta deliciosa… Quando matei minha vontade botei ela de quatro no chão e comecei a socar fundo na sua buceta e o dedo no cuzinho, quando enfim fui surpreendido com ela me falando:
-bota esse pau no meu cu?
-eu pensei que vc era virgem de cu
-enfia e descobre, estou doida pra sentir sua cabecinha me abrindo
-que delícia, não pensei que poderíamos estar fazendo isso
-quando eu vi você batendo ponheta olhando pra mim percebi que tudo era possível
-entao abre esse cu e geme gostoso sua cachorra
Então comecei a meter o pau no cu dela e mecher com meus dedos na buceta lisinha, logo ela gozou, gozou bastante e eu também cheguei ao orgasmo, suado em cima dela espinei gozo do seu cu pras suas costas, ficamos os dois molinhos, perna tremendo e respiração ofegante… Que delícia de buceta, que delícia de cu… Adorei tudo aquilo!!! Pena que só passamos uma semana na casa dos meus sogros e as oportunidades era muito difíceis. Hoje nós conversamos pelo whatsapp todos os dias, e mal esperamos para nos vermos novamente. Um romance proibido e escondido era tudo que precisávamos depois de tanto tempo casados.