Virei puta do meu tio e ainda engravidei dele! Parte 4

Click to this video!
Autor

<<< LEIA OS CONTOS ANTERIORES

– Tá vendo mano? Estreei o cuzinho agora mesmo. Tinha que ver, ela gemia melhor que muita puta que a gente comeu junto. Porra! Lógico que tá sangrando. Calibre grosso aqui! Segurae, amanhã levo ela. Hoje a putinha não vai nem conseguir se mexer mais. Não! Nem acabei! Vou dar um descanso, mas daqui a pouco é segundo round de rola! HAHAHAHA! Ela tava precisando de macho! – Ele dizia ao celular.
Ele desligou e sentou do meu lado, eu abri os olhos vi que o pau dele continuava duro. Pude sentir o vento que entrava pela janela entrando dentro da minha bucetinha e do meu cuzinho. Olhei e vi minha buceta vermelha e pouco inchada. Parecia que eu tinha levado uma surra, estava acabada, mas no fundo me sentia realizada.
– Tá vendo Kelly – ele dizia pegando no pau e apontado pra mim – Pode contar pras suas amiguinhas que seu tio tirou sua virgindade com um caralho grosso de 20 centímetros. HAHAHA…
Ele me colocou de ladinho e me penetrou novamente, enfiou até o fundo e disse:
– Relaxa, não vou bombar agora, só vou ficar dentro de vc. Dorme um pouco. Eu preciso de um cochilo.
Daquele jeito mesmo, com o caralho do meu tio dentro de mim e eu toda em seus braços cochilei. Nós dois cochilamos por um bom tempo. Até que a campainha toca. Nós dois acordamos, meu tio ainda de pau duro dentro de mim me pergunta:
– Quem é? Tá esperando alguém?
Disse que não, então ele levanta pega uma bermuda e vai lá ver. E ouço risada e conversa na cozinha
– Porra Felipão, tu chega dos States e nem vai ver seus amigos. Pior mano, nem leva seu presentinho pra mostrar pros seus amigos.
Eu podia ouvir a voz de dois homens diferentes e meu tio rindo. De repente aparecem os três na porta do quarto. Eu estava arreganhada com as pernas abertas meio que de ladinho. Eu estava muito cansada nem conseguia me mexer direito.
– Tá aí rapaziada! Meu presentinho! – Meu tio disse
– CARALHO! Os dois homens falaram ao mesmo tempo
E os dois se aproximaram de mim, um abriu minha buceta e outro botou a mão no meu peito.
– Pow Felipão vou meter, posso?
– Deve Tito! Eu abri essa buceta pra gente meter junto, vc tbm Neno sei que tu curte cuzinho, aproveita que esse ae tá recém-aberto!
O Tito caiu de língua na minha buceta, mas a língua dele era diferente, era mais ágil, e eu não resisti, comecei tremer e gemer.
– Mano q isso? Ela é putinha mesmo! O Neno falava tirando a roupa e dando o caralho pra eu mamar.
Comecei gozar com o Tito me linguando, só que nessa euforia abri muito minha boca e o Neno aproveitou e botou todo o caralho dentro da minha garganta e segurou minha cabeça. Pude sentir as bolas dele no meu queixo e seu pentelho no meu nariz.
– Pow Felipão! Nenhuma mina que eu linguei tremeu e gozou desse jeito! Tirou a sorte grande brow! – Falou o Tito já em pé tirando sua roupa e ficando de cueca.
Meu tio tinha sentado na poltrona do lado do cama, ele já tava nú com o pau muito duro em sua mão. Só observando o Neno fodendo minha boca.
– Felipão! Vou dar leite pra ela! Posso? – Perguntou Neno com o caralho preso inteiro na minha boca e forçando minha cabeça com a mão!
– Ow Neno, logo vc? Ela nunca tomou leite de macho mano! E o seu vai ser o primeiro! Mas logo vc que a gente sabe q manda leite grosso?! – Disse meu tio
– Tão grosso que esse viado já tem 4 filhos de 4 mulher diferente! As mina só de encostar no leite dele já engravida! HAHAHAHA – Falou o Tito, que já tava pelado com o PAU na mão em pé ao lado da cama.
Eles observavam o Neno puxando meus cabelos, me fazendo engasgar na pica dele. Ele tava em pé também do lado da cama, eu de ladinho mamando ele, mas ele me puxa com força pelos cabelos, me faz cair da cama e ainda puxando meus cabelos me bota de joelhos em frente dele e enfia de novo todo o caralho na minha garganta.
– Vai NENO! Alimenta essa puta! – Falou Tito com a mão na minha cabeça empurrando no Pau do Neno.
– AHHHH Vou gozar nessa boquinha quente e apertada! CARAAAALHOOO!
Neno gozou! Foi o primeiro leite de macho que recebi na boca! E veio intenso, forte, direto na minha garganta! Não teve como não engolir os dois primeiros jatos fartos, pq o Neno pressionava forte minha cabeça contra seu pau. No terceiro jato, não teve como, comecei a engasgar, mas ae vieram o quarto, quinto, sexto e sétimo jato de leite. Neno soltou minha cabeça, mas ae eu já tinha levado todos os jatos na boca. Engoli o que pude e o que não pude acabou vazando.

Continua>>>>